Publicado: sáb, nov 23rd, 2013

Homem é detido após ser flagrado com aves espécies nativa

Um homem foi detido por policiais ambientais na manhã de ontem, em uma propriedade rural, na cidade de Riolândia.

 

Ele foi flagrado por porte ilegal de arma e também por manter animais espécies nativa em cativeiro.

De acordo com a Polícia Ambiental de Votuporanga, durante patrulhamento na área rural, militares localizaram em uma propriedade três armas de fogo, sendo uma espingarda cartucheira calibre 28, um rifle calibre 22 e uma garrucha calibre 22, além de munições.
Ainda em busca pelo local, policiais ainda encontram, três canários da terra, um trinca ferro, um filhote de papagaio e um filhote de arara-canindé, espécie em extinção. Tanto as aves e quanto as armas estavam de posse do lavrador M.A.C, 42 anos, o qual não possuía nenhuma autorização para criação das aves e nem registro das armas.
Diante da situação foi dada voz de prisão ao autor por posse ilegal de arma de fogo (Artigo 12 da lei 10.826/03) e por manter espécies nativas em cativeiro (Artigo 29 da lei 9.605/98), sendo conduzido até a delegacia de Riolândia, onde o delegado ratificou a voz de prisão dada, arbitrando fiança em R$ 3 mil.
A fiança foi apresentada e o lavrador responderá pelos crimes em liberdade. M.A.C ainda foi autuado em R$ 7,5 mil, por estar mantendo as aves irregularmente em cativeiro
As aves adultas por estarem ainda em estado bravio foram soltas na natureza e os filhotes de papagaio e da arara-canindé, forma destinados a um criadouro conservacionista, para o seu desenvolvimento e readaptação ao meio ambiente para posteriormente serem soltos em seu habitat natural.