Publicado: qua, set 4th, 2013

Palmeiras empata com a Chapecoense e ‘ganha’ primeiro turno da Série B

O Palmeiras conquistou na noite desta terça-feira o título simbólico de campeão do primeiro turno da Série B do Campeonato Brasileiro. Em jogo no Pacaembu, válido pela 19ª rodada da competição, o Verdão ficou no 0 a 0 com a Chapecoense, vice-líder do torneio, e manteve a diferença de dois pontos: 42 a 40.

O resultado, porém, aumentou para quatro o número de jogos sem vitória da equipe de Gilson Kleina, que já acumulava um empate com o Ceará e derrotas para o Boa Esporte Clube e para o Atlético-PR, essa última pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Antes do jogo, torcedores protestaram contra o presidente Paulo Nobre e contra Valdivia, ausente na partida desta terça.

O JOGO

O jogo mereceria ter gols. As chances foram inúmeras, para os dois lados. Cheio de desfalques, como Henrique e Valdivia – com as seleções brasileira e chilena -, além de Leandro, suspenso, o Verdão foi a campo de uma forma diferente. A defesa, por exemplo, contou com uma dupla inédita: Tiago Alves e André Luiz. Mesmo assim, comandou as ações no primeiro tempo.

Fora um chute de Tiago Luís, logo aos três minutos, que obrigou Fernando Prass a fazer uma grande defesa, a equipe do Sul mais marcou do que foi ao ataque. Enquanto isso, o Verdão enfileirou chances perdidas.

Juninho, cara a cara com Rodolpho, chutou para fora. Alan Kardec, após cruzamento de Luís Felipe, cabeceou por cima da meta. Mas Tiago Alves fez ainda pior… Após chutão de Wesley para dentro da área, o zagueiro dominou no peito e bateu no meio do gol, em chance incrível que “consagrou” o goleiro rival. Aí, o jogo ficou no 0 a 0.

Palmeiras perdeu muitas chances no primeiro tempo (Foto: Tom Dib/LANCE!Press)

O SEGUNDO TEMPO

Para tentar caprichar nas finalizações, Gilson Kleina trocou Ronny por Vinícius. Logo no primeiro minuto, Kardec quase abriu o placar após outro cruzamento de Luis Felipe, mas novamente errou o alvo.

Em duas cobranças de faltas, o time de Chapecó chegou muito perto do gol. No primeiro cruzamento, Tiago Luís meteu a cabeça na bola, mas ela foi para fora. Depois, Paulinho Dias cruzou bola venenosa, que obrigou Prass a espalmar em bom reflexo. Wesley e Vinícius, com chutes de fora da área, também exigiram defesas de Rodolpho. No último minuto, o zagueiro André Luiz cabeceou bola na trave. Não era mesmo para sair algum gol.

Os times voltam a campo no fim de semana. Na sexta-feira, a Chapecoense recebe o Boa Esporte Clube, às 21h50, em Chapecó. Já o Palmeiras joga no sábado, às 18h15, contra o Atlético-GO, em Itumbiara.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 0 X 0 CHAPECOENSE

Local: Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data/Horário: 3 de setembro de 2013, às 21h50
Árbitro: Arilson Bispo da Anunciação (BA)
Assistentes: Márcia Bezerra Lopes Caetano (RO) e Luiz Claudio Regazone (RJ)
Renda e público: R$ 272.700,00 / 8841 pagantes
Cartões amarelos: Tiago Luis, Danilinho, Wanderson, Rafael Lima (CHA); Alan Kardec (PAL)
Cartões vermelhos: Nenhum
Gols: Nenhum

PALMEIRAS: Fernando Prass, Luis Felipe, Tiago Alves, André Luiz e Juninho; Márcio Araújo, Wesley, Felipe Menezes (Serginho – 18′/2ºT) e Mendieta; Ronny (Vinicius – intervalo) e Alan Kardec. Técnico: Gilson Kleina

CHAPECOENSE: Rodolpho, Fabiano, Rafael Lima, André Paulino e Fabinho Gaúcho; Wanderson, Paulinho Dias, Danilinho (Athos – 32′/2ºT) e Diego Felipe; Tiago Luis (Caion – 20′/2ºT) e Soares (Nenem – 40′/2ºT). Técnico: Gilmar Dal Pozzo.