Publicado: dom, jul 14th, 2013

Brilhos, cuidado com eles!

O brilho nunca foi tão usado e tão querido  pelas mulheres como nesta temporada de inverno.  São saias, vestidos, acessórios, regatas e até mesmo sapatos encontrados no mercado com tamanha luz; o brilho conseguiu agradar um grande número de consumidoras e promete se fixar para arrasar nas próximas temporadas.

O problema desta moda é o exagero que se prega. Usar muito brilho não quer dizer que se deve vestir das cabeças aos pés, caso isso ocorra estará cometendo um grande erro.  
Abusar dos brilhos como orienta revistas e catálogos de moda é mais uma estratégia para que o look fique lindo, porém, até mesmo para se colocar ao exagero é preciso saber exagerar. Um exemplo bem comum  é o vestido dourado, lindo, deslumbrante, que acaba ficando over  e tornando -se uma armadilha fashion se usado com um calçado também com brilho. O brilho deve chamar a atenção por si só, ser usado somente uma peça para assim criar o equilíbrio almejado.
Para orientar,  separei algumas dicas de como usar o brilho, com cautela, para não errar nas principais ocasiões, tais como: o primeiro encontro, jantar com família, no trabalho, durante o dia , festa no trabalho, casamento e na balada.


Primeiro encontro 
Use pouco brilho para não assustar! Somente uma parte do look  deve ter brilho (mangas, detalhes no busto, pequenos desenhos ou em determinada área da peça). Além da quantidade de paetês, é importante prestar atenção no material utilizado. Prefira os mais discretos.

Jantar com a família 
 Neste caso, o interessante é investir em uma única peça chamativa, como uma blusinha ou uma saia brilhante. Para um look total brilhante, apenas se o jantar for em uma boate.
.
Brilho no trabalho 
No ambiente profissional invista em modelos discretos, com cores básicas e estampas minimalistas. O brilho deve ser somente nos acessórios, não na roupa inteira, já que o ambiente profissional pede um visual mais sério, que não deve atrapalhar e, sim, complementar.
.
Durante o dia 
Brilhos discretos!  Essa é a chave do sucesso para não errar na hora de sair de casa e realizar as tarefas habituais do dia a dia. Bordado bem localizado em camisetas, camisas ou vestidos, brincando com as cores, pode ser uma boa saída para encarar a semana. O brilho aumenta, chama a atenção. Então tenha cuidado aonde ele esta localizado no look.

Festa da firma 
Aposte nos materiais pequenos, como paetês, miçangas, canutilhos, cristais foscos ou leitosos, em pouca quantidade e na mesma cor do tecido. Os tecidos que já contenham brilhos, como o cetim de seda pode ser uma boa alternativa. A dica é evitar os tafetás e os metalizados.

Formaturas
A formanda está liberada e pode arrasar no brilho. Na peça toda (se não for algo muito gritante) ou nos detalhes, ela precisa estar chique, linda e à vontade para curtir a festa. O ideal é apostar nos paetês, pedrarias, canutilhos ou tecidos metalizados, como o lamê ou lurex. Para quem está acima do peso, o ideal é optar por um modelo com paetês pequenos e de tons escuros.
Casamento 
Uma área maior da peça pode ser bordada, a saia ou ainda a peça inteira. O material utilizado também pode ser mais chamativo, maior e bem brilhante. Invistam nas pastilhas, pedrarias. Na escolha do tecido, opte pelos tafetás, metalizados, cetins, cirés, Quanto mais tarde o evento for, mais brilho a roupa pode ter. E quanto mais glamurosa for a festa, mais brilho está liberado. A noiva pode usar e abusar de brilho o quanto quiser. Afinal, ela é a figura feminina principal da festa.

Na balada 
Dá para ousar um pouco mais. Se a pessoa gosta de saia curta, decotes, cores chamativas e peças da moda, essa é a hora de usá-las. O brilho está liberado, mas não esqueça: não é porque você saiu para dançar que é obrigada a deixar de lado o seu estilo pessoal. A roupa deve complementar quem você é e não criar um novo você!

fonte: http://moda.ig.com.br/dicasdemoda/como-usar-brilho-sem-medo-de-errar/n1597649945243.html