Publicado: sex, abr 20th, 2012

Votuporanga repassa áreas para o desfavelamento

Os vereadores se reuniram ontem para uma sessão extraordinária. Eles aprovaram a doação de 83 terrenos para a CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano do Estado de São Paulo) para o desfavelamento. Eliezer Casali, presidente da comissão de Justiça e Redação, explicou os quatro projetos.
O primeiro destina 35 lotes, onde serão construídas 22 casas no Ipiranga I. Já o segundo, são 27 terrenos para 27 unidades no Ipiranga II. O bairro São Cosme também será contemplado com 22 residências e Simonsen, com 12. “Embora tivesse para doação da Minha Casa, Minha Vida, a Prefeitura não doou. A CDHU possui o programa “Aluguel Social”. As famílias serão retiradas e o governo paga o aluguel”, frisou.
Já o vereador Emerson Pereira destacou que o desfavelamento foi muito cobrado pelo Poder Legislativo. “Moro próximo ao bairro Ipiranga e sei das condições do povo sofrendo, morando em barracos que ficam molhados dentro por causa da chuva. A população se queixava constantemente e estava desacreditada que aconteceria o desfavelamento”, afirmou.
José Carlos Leme de Oliveira disse que as unidades vão mudar a vida das pessoas que estão em locais de risco. “As pessoas não teriam condições de comprar terreno e fazer o imóvel”, enfatizou.
Por sua vez, o vereador Osmair Ferrari lembrou da entrega de 150 unidades para as famílias do bairro Sonho Meu. “Lembro que em 2011, fizemos o mapeamento e as inscrições das pessoas que ali residem. Na oportunidade, foram feitas 150 casas no Sonho Meu e ainda restaram famílias que necessitam. Recentemente, a equipe da Secretarias de Assistência Social com a Educação, fez as estatísticas e passamos para o prefeito. Votuporanga possui 150 favelas e estes 82 lotes para a CDHU são importantes”, finalizou.