Publicado: qui, jan 4th, 2018

Prefeitura e CDHU construirão casas para 12 famílias em Simonsen

Prefeito João Dado recebeu, das mãos do Secretário de Habitação, Rodrigo Garcia, autorização para início da licitação que contratará a empresa para construir 12 casas

Em viagem a São Paulo na última quinta-feira (21/12), o prefeito João Dado recebeu, das mãos do Secretário de Estado da Habitação, Rodrigo Garcia, o documento que autoriza a CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano de São Paulo) a contratar empresa para construção de 12 casas em Simonsen voltadas para famílias que vivem em áreas de risco e/ou irregular no Município. Não haverá inscrições e sorteio, pois o processo é de indicação direta, atendendo uma população específica e já definida.

A área onde será construído o Conjunto Habitacional, localizada próximo ao Vila Residencial “Hermínio Roque Fávaro” (Rua São Paulo, ao lado da Academia de Saúde) foi doada pela Prefeitura à CDHU. As obras de drenagem deverão ser iniciadas já em janeiro de 2018.

 

O Departamento de Habitação da Prefeitura já está finalizando o diagnóstico social das famílias que serão contempladas pelo programa com base nos critérios definidos pela CDHU. Além deste trabalho, antes da entrega das chaves, a Prefeitura também faz um acompanhamento dessas famílias até cinco anos depois da entrada nas novas moradias.

 

O projeto do conjunto habitacional já está em fase de aprovação na Prefeitura e as obras serão iniciadas tão logo seja finalizado o processo licitatório da CDHU para contratação da construtora.

 

“Este convênio com a CDHU foi assinado em 2016, no entanto, precisamos fazer um desdobramento da área que doamos à Companhia para colocar os lotes no tamanho padrão definido por eles. Depois de feito todo este processo, organizado pela Secretaria de Planejamento, tive a felicidade de assinar ontem, junto com o Secretário Rodrigo Garcia, a autorização para o início do processo licitatório que concretizará o sonho da casa própria para 12 famílias”, afirmou o prefeito João Dado.