Publicado: qua, dez 6th, 2017

Votuporanga sedia encontro do Coletivo Macrorregional de Humanização dos AMEs

Unidade recebeu municípios dos Departamentos de Saúde de São José do Rio Preto e Araçatuba para discutir sobre qualificação e formulação de estratégias

Unir as equipes dos Ambulatórios Médicos de Especialidades (AMEs) em reuniões, buscando constantemente qualificação dos profissionais e, consequentemente, melhoria dos serviços. Esta é a finalidade dos encontros do Coletivo Macrorregional de Humanização dos AMEs da Rede Regional de Atenção à Saúde (RRAS 12), promovidos pelos Departamentos Regionais de Saúde (DRS) XV – São José do Rio Preto e II – Araçatuba.
O AME de Votuporanga foi palco desta discussão, na última sexta-feira (1/12). Estavam presentes 12 municípios e os representantes dos DRS XV e II. Juntos, definiram estratégias com integrantes da rede de atenção básica, com foco na melhoria do atendimento prestado ao Usuário do Sistema Único de Saúde – SUS da RRAS12.
A articuladora de Humanização de DRS XV, Lucineia Lacerda de Oliveira Santos, ressaltou que o objetivo é a qualificação da assistência prestada. “Em 2012, foi lançada a política de humanização. Por meio das articuladoras, fizemos formações até que, no ano seguinte, pensamos nos coletivos para nos unir às redes com o objetivo de propiciar um espaço de reflexão sobre os desafios institucionais na busca de estratégias para implantação desta legislação”, contou.
Na área de abrangência da RRAS 12 estão inseridos oito AMEs, sendo seis no DRS-XV: São José do Rio Preto, Catanduva, Votuporanga, Fernandópolis, Jales e Santa Fé do Sul; e dois no DRS-II: Andradina e Araçatuba.
Durante o coletivo, a equipe do Ambulatório de Votuporanga apresentou suas experiências. “É sempre muito enriquecedor participar destas reuniões, pois agregam trocas de informações que fortalecem a rede. Este encontro foi ainda mais especial para nós, pois pudemos mostrar nossa estrutura e contar nossa trajetória. Nossos colaboradores e profissionais médicos se sentem reconhecidos e confiantes de sua atuação”, afirmou a gerente Marilza Cardi.

O início
A primeira reunião foi realizada em novembro de 2013 com apresentação da proposta de formação do coletivo e alinhamento conceitual sobre as Políticas de Humanização. A sugestão foi acolhida pelo grupo e instituído com encontros bimestrais.
Já em fevereiro de 2014 aconteceu a apresentação das experiências das unidades de Catanduva e Santa Fé do Sul,  no I Fórum Paulista de Humanização. Com a maturação do Coletivo, foi identificada a necessidade de articulação com a Atenção Básica, sendo que o primeiro encontro com Expansão do Coletivo Macrorregional de AMEs da RRAS 12 e o fortalecimento do trabalho em rede com a Atenção Básica aconteceram na unidade de Votuporanga.