Publicado: sex, out 13th, 2017

Marcelo Coienca sugere instalação e adaptação de lombadas e lombofaixas em Votuporanga

Ele pediu para que a Secretaria de Trânsito pudesse estudar sobre a instalação de novas lombofaixas na cidade, especialmente em frente das escolas e em locais de grande fluxo de pedestres.

O vereador Marcelo Coienca sugeriu para que a Secretaria de Trânsito de Votuporanga instalasse mais lombadas e lombofaixas no município, além de adaptar as que estão irregulares. “Sabemos que nos últimos anos a nossa frota de veículos cresceu significativamente, o que requer do Poder Público Municipal maior atenção nesta área para evitar a ocorrência de acidentes de trânsito. Com isso, são necessários investimentos na área da segurança, como por exemplo, a instalação de mais lombadas e lombofaixas, bem como regularizar as que precisam”, afirmou.

O vereador ressaltou que a resolução do Contran – Conselho Nacional de Trânsito, estabelece os padrões técnicos para instalar e adequar estes equipamentos de segurança viária. Ele disse que quando as lombadas são instaladas de forma correta e dentro de um estudo técnico de engenharia de tráfego, são imprescindíveis para evitar os acidentes sem que haja danos aos veículos. “É necessária a adaptação das lombadas que estão irregulares tanto na altura como na largura, conforme dispõe o artigo 11 da referida resolução”, disse.

Marcelo Coienca pediu para que a Secretaria de Trânsito pudesse estudar sobre a instalação de novas lombofaixas na cidade, especialmente em frente das escolas e em locais de grande fluxo de pedestres. Segundo o vereador, em nenhum momento a resolução do Contran diz que é proibida a instalação em eixo binário. Desta forma, as lombadas também podem ser instaladas em avenidas.

“Foi alegado que não serão instaladas mais lombadas e lombofaixas por causa do Samu – Serviço de Atendimento Móvel de Urgência e do Corpo de Bombeiros. Se esta instalação fosse o nosso último recurso, não precisaríamos do excesso de radares no município”, contou. Além disso, Marcelo Coienca falou que também ficou sabendo da falta de verba para a instalação e aproveitou para esclarecer que é contra o excesso de cargos de comissão. ““Gasta a verba com o desnecessário e falta para o necessário”, concluiu.