Publicado: qua, out 11th, 2017

Destroços do avião que caiu em Rio Preto são removidos

A operação para a retirada do monomotor Bonanza da casa onde o avião caiu na última segunda-feira, 11, terminou por volta das 17 horas. A empresa que realizou o processo foi contratada pela família do piloto William Rayes Sakr, morto aos 59 anos no acidente.

A empresa levou um guindaste à rua Noruega, no Alto Rio Preto, para suspender os destroços da aeronave, retirá-los do local e colocá-los em cima do veículo. Ainda não há informações de para onde os destroços serão levados.

A retirada ocorre dois dias após o acidente e um dia depois de técnicos do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) retirarem o motor e peças para fazer análises que determinarão a causa da queda que matou também o empresário Caique Caciolato, de 25 anos, e do médico Allyson Lima dos Santos Verciano, de 33.

Os corpos de Caique e William foram enterrados no cemitério Jardim da Paz, em Rio Preto. O de Allyson seguiu para Tangará da Serra (MT), onde sua família morava.