Publicado: qua, out 11th, 2017

Queimada urbana é tema de capacitação promovida pela Saev Ambiental

Autarquia promoveu 1ª capacitação para servidores públicos com o tema; ação contou com aula teórica de combate a incêndios, primeiros socorros e trabalho em equipe

Desconforto para respirar, ardência nos olhos, mal estar, ressecamento na pele. Muitas vezes, a situação se agrava ainda mais com a fumaça, a fuligem e o calor que resultam de queimadas. Esse foi o tema da palestra ministrada para os funcionários da Saev Ambiental, nesta quarta-feira (11/10), na sede da autarquia. A capacitação aplicada pela fiscal Bruna Geovanna Mequi, abordou o tema Queimadas Urbanas.

A ação contou com aula teórica de combate a incêndios, primeiros socorros, trabalho em equipe e utilização e manutenção dos equipamentos usados pela brigada de incêndio municipal. O objetivo foi capacitar funcionários e levar orientações sobre técnicas específicas a serem adotadas durante focos de queimada, evitando assim riscos de grandes incêndios, além de melhoria na qualidade do ar.

 

 

 

Com a presença da equipe do Corpo Técnico da Superintendência, a orientadora ainda falou sobre legislação, o procedimento quanto às fiscalizações e o esclarecimento de dúvidas relativas ao assunto. Além disso, a capacitação destacou a conscientização ecológica de dar o destino correto para materiais inservíveis como restos de galhos, madeiras, entre outros, que muitas vezes, são focos de incêndios.

 

 

 

A fiscal também apresentou a legislação que proíbe queimadas no perímetro urbano, falou sobre a importância da fiscalização dentro do município e mostrou uma autuação feita pela CETESB – Companhia Ambiental do Estado de São Paulo, no começo deste ano, em estabelecimento comercial e reforçou: “Queimada urbana é proibida por lei, sejam elas em pequenos montes de folhas ou em um grande terreno com mato seco”.

 

 

 

A lei nº 4665 de 16 de setembro de 2009, prevê a aplicação de multa a quem for pego realizando esta prática no Município. O objetivo da norma é proteger e manter o meio ambiente sadio e equilibrado, bem como evitar riscos para a vida humana, dos animais ou plantas.