Publicado: ter, jun 6th, 2017

A importância da Vitamina D: Drº Chaudes Júnior

Os benefícios da vitamina D para saúde humana é inquestionável, mas alguns estudos recentes relacionam uma nutrição rica em vitamina D com a diminuição do risco do Idoso desenvolver Alzheimer. O estudo foi feito na Inglaterra, mas precisamente na Universidade de Exeter Medical School, no qual foram avaliados 1.600 adultos com mais de 65 anos de idade.

Os idosos com pouca vitamina D no sangue pode ter o dobro do risco de desenvolver Alzheimer e outras doenças de demência. Para o pesquisador David Llewellyn a pesquisa é um avança para essas doenças, mas que não é recomendado que o idoso tenham só os suplementos a base de vitamina D como prevenção do declínio mental, precisando sempre de um acompanhamento psicológico.

A vitamina D é essencial para a manutenção da saúde óssea, crescimento celular, ajuda a controlar a função imunitária e inflamação. A vitamina D pode ser obtida através de alimentos, suplementos e exposição ao sol.

A vitamina D é produzida pela pele em resposta à exposição e radiação ultravioleta da luz solar natural. Evita a depressão, osteoporose, câncer da próstata, câncer da mama e, até mesmo efeitos do diabetes e obesidade. A vitamina D é talvez o nutriente mais subestimado no mundo da nutrição. Os saudáveis raios de luz solar natural que geram a vitamina D em sua pele não atravessam o vidro e, por isto, seu organismo não produz vitamina D quando você esta no carro, escritório ou em sua casa. É quase impossível conseguir quantidades adequadas de vitamina D a partir da dieta. A exposição à luz solar é a única maneira confiável para seu corpo dispor de vitamina D. Seria necessária a ingestão diária de dez copos grandes de leite enriquecido com vitamina D para obter os níveis mínimos necessários de vitamina D. Quanto maior a distância da linha do equador e o lugar onde você vive, maior será a exposição ao sol necessária para gerar vitamina D, pois depende do ângulo de incidência dos raios solares. Canadá, Reino Unido, a maior parte dos EUA estão longe do equador e maior parte do Brasil está perto do equador. Pessoas com a pigmentação escura da pele podem precisar de 20-30 vezes mais exposição à luz solar do que pessoas de pele clara para gerar a mesma quantidade de vitamina D. Por isto, também, o câncer de próstata é muito frequente entre homens negros – é a simples deficiência generalizada de luz solar. Níveis suficientes de vitamina D são essenciais para a absorção de cálcio nos intestinos. Sem vitamina D suficiente, seu corpo não pode absorver o cálcio, tornando os suplementos de cálcio inúteis.

Alimentos ricos em vitamina D
– Peixes: salmão e atum;
– leite e seus derivados;
– ovos;
– queijo.

A vitamina D é “ativada” pelos rins e fígado, antes de ser usada pelo organismo e, por isto, doenças renais ou hepáticas podem prejudicar muito a ativação da vitamina D circulante. A vitamina D é um suplemento relativamente barato, no entanto um hormônio importante sob diversos aspectos, como na homeostase do cálcio e dos ossos.

Drº Chaudes Junior/Folha Regional

Podemos constatar que existem vários estudos que descrevem uma associação entre a deficiência de vitamina D e doenças muito comuns na população idosa, como osteoporose, fraturas, doença cardiovascular, infecções, demência e síndrome da fragilidade. A suplementação com vitamina D deve ser considerada , pois é um método fácil e seguro de prevenir esta deficiência vitamínica.