Publicado: qui, abr 20th, 2017

Motorista perde o controle na curva e bate derrubando poste em cima do carro

No dia violento de ontem, terça-feira (18), dia com acidentes graves e com duas mortes ocorridas no início da noite, a PM de Altair,  através dos policiais Cb José Carlos e Sd Henrique, já havia registrado no meio da tarde, por volta das 15 horas, um outro acidente mas felizmente de proporções menores. Acidente que envolveu uma perua Citroen de cor branca com placas da cidade de Cajobi.

 

Segundo o BO PM, Acionados para o local, os policiais Cb José Carlos e Sd Henrique foram para a vicinal Jerônimo Thomas da Silva, kM 06, zona rural de Altair, trecho entre o distrito de Suinana e a cidade sede Altair. Lá, uma perua Citroen de cor branca, não se sabe o motivo, sabe-se apenas que na curva o motorista perdeu o controle do veículo e havia acabado de chocar-se contra um poste da rede elétrica, ficando perigosamente sob o mesmo que com o impacto acabou caindo bem em cima do carro.

Felizmente o condutor não apresentava lesões aparentes tanto que aguardava a chegada dos policiais já do lado de fora do carro.

Segundo o BO PM, devido ao acidente a vicinal estava com uma das faixas de rolamento obstruída sendo necessário pedir auxílio da Prefeitura de Altair que mandou uma máquina para liberar a via.

 

A VERSÃO DO CONDUTOR DO CARRO
Edy Carlos dos Nascimento França, autônomo, 37 anos, morador de Cajobi, relatou aos policiais que seguia pela referida rodovia no sentido Suinana – Altair quando na curva perdeu o controle do veículo e chocando-se contra o poste. Com o apoio rápido dos policiais no local, Nascimento confirmou que não necessitava de atendimento médico pois não havia sofrido ferimentos. Ou seja, ficou mais no susto mesmo.

 

 

Mas que que o trem foi feio, foi hein!?

O caso foi registrado como Acidente de Trânsito sem Vítima. O carro foi retirado debaixo do poste pela máquina e ficou para o dono providenciar a remoção do mesmo já que o mesmo sofreu danos de grande monta.

PM SOLIDÁRIA
Os policiais Cb José Carlos e Henrique apoiaram Nascimento em todos os sentidos e só foram embora mesmo quando ele dispensou o apoio.