Publicado: seg, abr 17th, 2017

UNIFEV sedia campanha de doação de medula óssea

SOLIDARIEDADE

Equipe do Hemocentro de Fernandópolis, com o apoio do curso de Enfermagem, estará cadastrando os possíveis doadores na Cidade Universitária, durante os dias 24, 25 e 27 de abril

 

A UNIFEV receberá em sua Cidade Universitária, nos próximos dias 24, 25 e 27 de abril, a segunda etapa da Campanha “Seja um Herói, Salve Vidas”, realizada por Claudio Azevedo, em parceria com o Hemocentro de Fernandópolis e o curso de Enfermagem da Instituição.

 

A iniciativa, apoiada pelo Centro Universitário de Votuporanga há quatro anos, visa ao aumento dos cadastros de possíveis doadores de medula óssea, no órgão que coordena os registros das pessoas compatíveis e dos pacientes que necessitam de transplante, o Redome.

 

Os interessados em participar devem comparecer no Campus, nos seguintes horários: das 8h às 11h30, no dia 24/04 (segunda-feira), e das 19h às 22 horas, nos dias 25 e 27 (terça e quarta-feira).

 

Os voluntários precisam ter entre 18 e 54 anos, gozar de boa saúde (não ter doença infecciosa ou incapacitante) e apresentar documentos como RG, CPF e o cartão do SUS no ato da inscrição. Após o preenchimento de uma ficha, também é necessário coletar 10 ml de sangue do doador. Quem já possui registro no Redome não precisa fazer o cadastro novamente.

 

De acordo com a responsável pelo Núcleo de Responsabilidade Social da Instituição, Profa. Ma. Marinês Ralho, a campanha é aberta à comunidade e pode contribuir com inúmeras pessoas que necessitam da doação.

 

“Este trabalho já está em sua quarta edição, só aqui, na UNIFEV. Sabemos que temos contribuído significativamente com a causa, mas, nossa expectativa sempre é poder ajudar novas pessoas. O nosso apelo é para que a população participe, pois quanto mais cadastros, maiores são as chances de encontrarmos possíveis doadores compatíveis”, explicou.

 

SEJA UM HERÓI

 

O projeto “Seja um Herói – Salve Vidas” é uma iniciativa de Claudio José dos Santos Azevedo, pai do menino João Pedro Azevedo, que entre os anos de 2009 e 2015, lutou bravamente contra um tipo de câncer no sangue: a Leucemia. João Pedro faleceu em 2015, com 8 anos de idade, mas seu pai continua coordenando a causa, que já conquistou mais de 4 mil cadastros, em diversas campanhas por toda a região. Para saber mais acesse: www.sejaumheroi.com.br