Publicado: qui, mar 30th, 2017

“Mata dos Macacos” deve ser revitalizada

A associação dos bairros do Setor Norte está indignada com a situação em que se encontra o Parque Municipal Bosque das Nações, localizado no Parque das Nações. Na manhã de ontem, o grupo entregou à redação do Diário um ofício, que também será endereçado ao prefeito João Dado, pedindo que providências sejam tomadas para que o local não “morra”.

Conforme citam no documento, a área encontra-se abandonada desde a administração passada, mesmo após inúmeras promessas de melhorias. Os representantes que assinam o ofício relatam que, para eles, a “ganância do homem pelo poder, pelo dinheiro e status pessoal a qualquer custo, tem devastado de maneira quase irreversível nosso planeta terra e que, infelizmente, não tem sido diferente em nosso município”.

O pedido de socorro vem também com esperança, já que o grupo afirma que, se trabalharem juntos, cidadãos e administração pública, é possível reverter situações como a citada. “É triste dizermos, mas essa foi a realidade do governo anterior: nenhum comprometimento com a preservação da maior fonte natural de oxigênio da nossa cidade, o Parque Municipal Bosque das Nações, que ficou somente com o nome, mas se transformou em uma mata abandonada onde muitas espécies árvores nativas agonizam para não morrer”, relatam, temerosos de que a área não transforme-se em uma “capoeira engolida pelos cipós”.

O pedido é de autoria da Associação de Moradores dos Bairros Pozzobon, Parque das Nações II, Parque Rio Vermelho, Jardim Morini, Jardim Santa Iracema, Jardim Nossa Senhora Aparecida, Residencial Bortolote, Vila Célio Honório, Jardim Itália, Jardim Barcelona, Jardim Bela Roma. Dentre os principais pleitos daqueles moradores estão a roçagem e reforma do alambrado da reserva, além de sua revitalização, para que, assim a mesma seja melhor preservada.

O grupo encerra seu pedido de maneira emotiva, tratando a reserva como “o maior pulmão de oxigênio natural da nossa cidade”.

Revitalização

A reportagem do Diário entrou em contato com a assessoria de imprensa da prefeitura e, para alívio destes moradores, foi informado que a área em questão está inclusa nos planos de revitalização do prefeito João Dado. Conforme consta, essa é uma de suas metas e alguns estudos já estão sendo desenvolvidos para esta finalidade.

O órgão, porém, afirma que, independente disso, a limpeza e conservação ao redor da área está sendo feita periodicamente. Uma equipe responsável por este trabalho está concluindo a manutenção da Reserva Ecológica Chico Mendes, no Santa Amélia, e na sequência está programada a Mata dos Macacos, que deve acontecer nos próximos 10 dias.

A praça localizada anexa à Mata dos Macacos também passa por limpeza periodicamente, sendo que a última vez que o trabalho foi executado no local foi no início deste mês. Segundo o cronograma de limpeza de praças, a previsão é que dentro de 40 dias todas recebam o serviço.

Diário