Publicado: qui, set 22nd, 2016

DRº SINVAL MALHEIROS: duas décadas sem Gerson Gabas

No Oriente, dizem que o nome de um erudito é lembrado por cinco anos após ele partir, enquanto que o de um espadachim é lembrado por 20 anos. Essa é uma forma de elogiar os homens com alma combativa, aqueles que enfrentam com coragem as adversidades da vida, e que não apenas passam por nossas vidas, mas transformam nossas existências.

No próximo dia 26 de setembro, completar-se-ão duas décadas do falecimento do radialisa e jornalista Gerson José de Camargo Gabas, um amigo de minha juventude que ganhou projeção também graças à sua eloquente oratória na tribuna da Câmara Municipal de Catanduva. Duas décadas sem a presença de um homem combativo, um comunicador das massas e um empresário arrojado…

Acredito que sua inabalável coragem tenha precipitado o seu adeus. Na fatídica noite de 13 de setembro de 1996, enquanto milhares de catanduvenses assistiam gratuitamente o show da baiana Daniela Mercury no Estádio Municipal, promovido pelo SESC Catanduva, Gerson Gabas regressou ao seu lar, no Parque Iracema, onde surpreendeu bandidos armados já dentro de sua residência.

Valente e destemido, alcançou seu revólver (ele possuía porte de armas) e trocou tiros com a quadrilha. Conseguiu eliminar um meliante, mas foi atingido por quatro disparos. Levado às pressas ao hospital onde eu trabalhava como médico, Gerson Gabas, ainda consciente, me reconheceu na mesa de operações. Foram horas de cirurgias e um quadro clínico extremamente delicado. Sua força física e seu amor à vida ajudaram-no a lutar bravamente durante 13 dias. Algo difícil de imaginar diante da gravidade dos ferimentos.

O vereador que alcançara a notoriedade por sua presença marcante na tribuna legislativa retornaria ao parlamento para ser velado com as merecidas honras de homem público. Milhares de amigos e simpatizantes prestaram suas últimas homenagens, ainda incrédulos com a tragédia. Seu corpo foi sepultado no Cemitério Nossa Senhora do Carmo. Lembro-me ainda hoje, um dia triste para Catanduva.

Empresário bem sucedido, Gerson foi casado com a também empresária Marina Gabas, união que trouxe à luz dois filhos maravilhosos: Rodrigo e Mara, ambos com almas comunicadoras como a do pai. Família que tenho a honra de desfrutar de sua amizade. Família que sabe muito bem que foi Gerson quem transformou a minha vida, ao enxergar o meu potencial eleitoral e lançar-me candidato a vice-prefeito de Catanduva, minha primeira e bem sucedida eleição.

O jornalista Gerson Gabas era guerreiro leal e devotado aos verdadeiros amigos, aliados e funcionários. Sua força editorial colocou de joelhos alguns muitos “poderosos”. Ele era consultado em todas as eleições municipais, por todos os grupos políticos da cidade. Afinal, tinha uma visão ampliada sobre o cenário municipal e quais projetos eram capazes de lançar a cidade ao futuro.

Formado em Educação Física, também tinha grande paixão pela natação. Na juventude, além de incontáveis vitórias nas piscinas, Gerson Gabas sagrou-se campeão da famosa travessia do Clube de Campo. Representante da equipe de natação do Clube de Tênis de Catanduva, participou de inúmeras e relevantes provas, torneios e campeonatos.

Gerson Gabas denomina atualmente um Viaduto na Rodovia Washington Luís e também o Terminal Urbano Municipal; dois pequenos gestos políticos de gratidão por quem tanto fez pela nossa gente e por nossa região.

Comecei este artigo citando uma máxima oriental sobre o tempo em que um nome pode ecoar na eternidade. E quero encerrar esse texto citando o trecho do filme Troia, quando um garoto adverte o guerreiro Aquiles: “Nossa, você vai lutar contra aquele gigante? Ele é muito forte, eu não teria coragem…” Então Aquiles responde: “É por isso que seu nome nunca será lembrado“.

O nome do destemido Gerson José de Camargo Gabas permanecerá por por muitas e muitas décadas na memória de todos aqueles que tiveram a honra de ter compartilhado de seu convívio. Para sempre guardarei em meu coração fortes sentimentos de afeto, reconhecimento e gratidão.
* O autor, Dr. Sinval Malheiros, é médico há 40 anos e deputado federal pelo PTN-SP em primeiro mandato